28/02/2017

Isto não é uma atividade! É um brinquedo!



- Mãe, quero fazer uma atividade.
- Está bem! Vamos! Tenho ali algo preparado, muito interessante. 
Muito entusiasmada (porque adoro mapas), preparo o ambiente, coloco os objetos e desenrolo o mapa.
- Mãe, isto não é uma atividade! Isto é um brinquedo!
- Oh Filha, é uma atividade super gira. Então, com o mapa e os animais...
- Não, não é. Isto é um brinquedo.

Quando apresentei esta atividade à miúda, ela reagiu desta forma. Como faria ela essa distinção: brinquedos, de materiais montessori e de atividades inspiradas no método? Acredito que, está relacionado com toda a nossa vivência Montessori em casa. 
As pessoas perguntam-me o que é o Método Montessori e porque eu o acho assim (tão) espetacular!😊 E eu nem sempre me consigo explicar bem. Talvez esta passagem possa ser uma resposta.

Para Maria Montessori, os brinquedos constituem algo de inferior na vida da criança e que esta só os escolhe, quando não tem nada melhor. Os brinquedos parecem ser a representação de um ambiente inútil, que não pode conduzir a qualquer concentração do espírito e não representa uma finalidade: é dar objetos ao espírito para que vagueie na ilusão. Os adultos, por sua vez, estão convencidos que estes constituem o universo em que a criança encontra a felicidade. Mas, os brinquedos que oferecemos são criadores de ilusão e de imagens imperfeitas e estéreis.
Ao contrário dos brinquedos, os materiais exigem concentração, transformando-se os pequenos em crianças sossegadas, atraídas pela realidade. A inteligência ávida de conhecer a realidade ambiente, transforma-se em vontade.  A criança cresce e desenvolve-se continuamente com os materiais e esquece a atividade ociosa. 

Ora bem, esta visão pode ir contra o que estamos habituados: que as crianças precisam de brinquedos para se desenvolverem e estimularem a imaginação. Há brinquedos interessantes e que certamente ajudam a estes estímulos. E tudo faz parte. 

Esta passagem em que a miúda disse que o mapa era um brinquedo, fez-me pensar neste assunto. Para mim, não sendo uma material montessori, é um material didático. 

Estivemos um bom tempinho concentradas nesta atividade! A descobrir os países onde vivem alguns familiares e locais por onde passamos. A conversar sobre a origem das pessoas.

Uma das manifestações infantis, a mais saliente, aquela que parece devida a um talismã mágico, que abre as portas para a expansão do carácter normal, é a atividade concentrada num trabalho e exercitando-se sobre um objeto exterior com movimentos das mãos, guiados pela inteligência. A Criança, Maria Montessori

0 comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...